Actividades do CONFAM

  • Lançamento do CONFAM


    No dia 15 e de 16 de Março de 2012, pelas 9:00 horas, no Girassol Indy Congress Hotel, com a honrosa presença de Suas Excias o Ministro da Indústria e Comércio e Ministro da Saúde, decorreu o Workshop de lançamento do Comité Nacional para a Fortificação de Alimentos de Moçambique (CONFAM),

    Read more

  • CONFAM na Feira de Saúde


    O Programa Nacional de Fortificação dos Alimentos juntou-se, no dia 15 de Junho de 2013, à Feira de Saúde Infanto-juvenil, uma iniciativa da esposa do presidente do Conselho Municipal da Cidade de Maputo, Celestina Jeque, realizada no contexto da quinzena da criança africana.

    Read more

  • Primeiros Doseadores Premix


    Teve lugar, no dia 18 de Setembro de 2013, nas instalações da Companhia Industrial da Matola (CIM) e nas Indústrias MEREC, a entrega do Primeiro Equipamento para Fortificação de Alimentos (Doseadores de Premix) nas indústrias no âmbito do Programa Nacional de Fortificação de Alimentos de consumo massivo .

    Read more

  • Formacao de Gestores da Pagina Web

    O Ministro da Industria e Comercio S. Excia Armando Inroga procedeu a entrega dos equipamentos nas fabricas de óleo em Maputo.
     
     
     
     
     
     
     

    Read more

  • MIC e MISAU lançam Produtos Alimentares Fortificados

    O Ministério da Indústria e Comércio (MIC) em conjunto com o Ministério da Saúde (MISAU), na qualidade de Presidente e Vice-presidente do Comité Nacional para a Fortificação de Alimentos de Moçambique (CONFAM), organizaram a Cerimónia de Lançamento de Produtos Alimentares Fortificados. 

    A cerimónia foi orientada pelos Ministros da Indústria e Comércio, Armando Inroga e da Saúde Alexandre Manguele e contou com a presença de representantes das instituições do governo, sector privado e dos parceiros do programa Nacional de Fortificação de Alimentos.

    Read more

do Programa Nacional para a Fortificação de Alimentos de Consumo Massivo em Moçambique e do projecto “Combate à desnutrição em Moçambique através de fortificação em massa de alimentos básicos: Garantir alimentos de qualidade para a população geral e grupos de alto risco”.

Reconhecendo a desnutrição como um problema grave, o Governo de Moçambique elaborou o Plano Multi-Sectorial para reduzir a desnutrição crônica (PAMRDC 2011-2014 (20)). Melhorar o consumo de alimentos ricos em micronutrientes e a fortificação de produtos de consumo massivo é reconhecida como um pilar importante para a redução da desnutrição no PAMRDC (Objectivo 4). A fortificação de produtos de consumo massivo, é uma importante estratégia para melhorar a qualidade da dieta de milhões de moçambicanos. Este programa vai fazer uma contribuição substancial para preencher uma lacuna de nutrientes na dieta diária das pessoas, que se estende além da baixa ingestão de ferro para a baixa ingestão de outras vitaminas e minerais, tais como ácido fólico, zinco e vitamina B12. A fortificação de alimentos consiste na adição de pequenas quantidades de vitaminas e minerais aos alimentos durante o processamento industrial.

O CONFAM que é presidido pelo MIC (Ministério da Indústria e Comércio e) com o MISAU (Ministério da Saúde) como Vice-Presidente, desenvolveu o Programa Nacional para a Fortificação de Alimentos de Consumo Massivo em Moçambique (2011 – 2015). O objectivo geral deste Comité é coordenar, regular, supervisionar e monitorar as acções de fortificação de alimentos à escala nacional em Moçambique. O CONFAM é um comité multi-sectorial composto por membros representantes das instituições do sector público, privado (em especial na área de produção e distribuição de alimentos), academia de ciências, sociedade civil e pelos parceiros de desenvolvimento.

O projecto “ Combate à desnutrição em Moçambique através de fortificação em massa de alimentos básicos: Garantir alimentos de qualidade para a população geral e grupos de alto risco” é liderado pelo CONFAM, sendo a Helen Keller International (HKI) a agência executante para o projecto, e um membro fundador da CONFAM, trabalhando em estreita colaboração com o Programa Alimentar Mundial (PMA), World Vision International (WVI) e Population Services International (PSI) para a implementação das cinco componentes: produção e distribuição; legislação e controlo/garantia da qualidade, marketing social e advocacia; Monitoria e Avaliação e Gestão de Programa. O projecto visa fortalecer o “Programa Nacional para a Fortificação de Alimentos de Consumo Massivo em Moçambique (2011 – 2015)”, apoiando a produção de óleo vegetal (fortificado com vitamina A) e farinha de trigo (fortificado com ferro, ácido fólico, vitaminas do complexo B e zinco.